destaque02

destaque04

orestes

Orestes Rodrigues Jr | Consultor

Com mais de 11 anos na área de PARA RAIOS, trabalha com relatórios administrativos respaldados na NBR 5419/2015 e demais normatizações. Além de bom debate técnico em palavras claras e objetivas, desde leigos a profissionais da área.

Suporte essencial e comercial aos engenheiros habilitados para as atividades:

Gestão documental | Gerência e relatórios administrativo-comercial | Conferência de materiais conforme NBR's | Levantamento in loco | Equalização de propostas.

Perfil Linkedin: https://www.linkedin.com/in/orjr-15/

Consultoria através do Portal CondominiUmonline - email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

LEIA ABAIXO ARTIGOS DE ORESTES RODRIGUES JR

Será que os condomínios, estão realmente dentro das exigências normativas, no que se refere para raios? Acredito que não!

Um assunto um tanto polêmico e que tem gerado em alguns casos o desconforto de muitos é saber sobre a obrigatoriedade de tal adequação, mas vamos ao que interessa e apenas neste ponto.

A norma, em seu item 7, no caderno 3 - Manutenção, inspeção e documentação de um SPDA, deixa claro o objetivo das inspeções, é assegurar que:

1 - O SPDA esteja esteja de acordo com o projeto baseado nesta norma (2015);

2 - Todos os componentes do SPDA estão em boas condições e são capazes de cumprir suas funções, que não apresentam corrosão, e atendam as suas respectivas normas;

3 - Qualquer nova construção ou reforma que altere as condições iniciais previstas em projeto, além de novas tubulações metálicas, linhas de energia e sinal que adentrem a estrutura e que estejam incorporados ao SPDA externo e interno que se enquadrem nesta norma (2015).

Leia mais...

Caros colegas, este tal de Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, tem ficado também em decadência, assim como o Para Raios.

A foto abaixo é simples, mas nos mostra a falta de capacidade de algumas empresas existentes no mercado, as do tipo que querem mais por menos, preferem 10 atendimentos em um único dia, deixando a qualidade em último plano.

Meu foco principal é o Para Raios, o que eu tenho mais vivência, mas a pergunta ao síndico, comprador, diretor e administrador é:

Vocês tem observado bem as empresas que adentram aos locais por vocês administrados, acompanhando as vistorias necessárias?
Estão equalizando propostas?
Estão verificando materiais que cada uma delas oferece, ou apenas estão olhando preço, parcelamento ou documento emitido?
Será que todos estão atentos as NBR's existentes, no que se refere:

Leia mais...
 
Quantos de vocês síndicos e gestores de condomínios já pagaram mais de uma vez para resolver problemas com o sistema de para raios? Quantos de vocês, ao se depararem com dois ou três orçamentos, não sabiam por onde começar na hora de aprovar um serviço?
 
Conheço casos, onde o síndico estava com nove propostas de para raios, e por incrível que pareça, oito delas estavam totalmente em desacordo com as normas da ABNT, a NBR 5419/2015. 
 
Partindo do princípio que, a empresa que presta manutenção é coerente e já está há anos cuidando do sistema do prédio, não é sinal de qualidade e segurança, pois isso gera vícios, vícios estes, que nos faz pensar que o sistema está em ordem, mas ele não está! E pior acontece quando você menos espera.
 
A NBR 5419/2015, tem um caderno específico, onde instalações novas e antigas, precisam ser reavaliadas através do "Gerenciamento de Risco", o caderno 2. Nela, existem parâmetros específicos para saber se há riscos aceitáveis e não aceitáveis, quer seja à vida humana ou animal, às estruturas, aos equipamentos dentre outros. Portanto, CAUTELA é a palavra chave.
Leia mais...

Categorias 

lateral09

lateral14

lateral16

Scroll to top