destaque02

destaque04

portaria-remota-alia-seguranca-e-economia-de-custos-para-condominios

Sistema possui avançadas inovações com o intuito de aprimorar entradas e saídas

Os casos de crimes em condomínios residenciais vêm aumentando nos últimos anos e, segundo informações da Polícia Civil de Santa Catarina, cerca de 90% das ações, como furtos e roubos, ocorrem com a passagem pelas portas principais dos prédios. Diante do avanço da criminalidade, a tecnologia se estabelece em sistemas cada vez mais eficientes para a segurança dos edifícios. Uma das soluções mais recentes do mercado, a portaria remota utiliza o controle de entradas sem a presença de um profissional de portaria.

Todos os procedimentos de entradas e saídas na portaria remota ocorrem mediados por uma central externa 24 horas, que libera o acesso de visitantes com a permissão do morador, mesmo que este não esteja em casa. As informações de horários e do responsável pela autorização do ingresso de cada pessoa ficam registradas em um sistema.

Aliada à proteção tecnológica de sistema e as câmeras de monitoramento, a portaria remota constitui no mínimo duas portas de acesso nos prédios. As eclusas acionadas pela central abrem e fecham sem que o visitante precise encostar na porta.

Gerenciamento de acessos via smartphone

Uma das mais novas entre as múltiplas funcionalidades disponíveis nos aparelhos de celular está na portaria remota. O aplicativo do sistema Kiper permite ao morador entrar no prédio com uma tag ou um QR-Code, além da possibilidade de gerenciar o acesso de outras pessoas.

O dono do apartamento poderá ver pelo sistema os horários de entradas e saídas de familiares e prestadores de serviço. Uma diarista, por exemplo, pode ter um QR-Code de acesso direto, sem precisar apertar o interfone, com horário delimitado pelo proprietário. Se essa profissional tentar entrar ou sair em horas diferentes do programado, não vai conseguir. Precisará passar pela portaria.

O sistema ainda oferece a praticidade de configurar acessos temporários. Se o morador receber convidados, ele pode cadastrá-los para receber um QR-Code que permite a entrada sem precisar interfonar. Em todas as entradas e saídas de convidados e familiares o proprietário recebe uma notificação pelo aplicativo.

Sem preocupação com manutenção

Um dos gargalos dos investimentos em segurança e comunicação por interfone está na manutenção dos equipamentos. Para oferecer a tranquilidade aos condôminos, no sistema de portaria Kiper a instalação e a assistência técnica estão garantidas nas mensalidades. Toda a parte de software e os equipamentos são desenvolvidos em Florianópolis e está presente em mais de 700 edifícios em todo o Brasil.

Fonte: Engeplus

Notícia Patrocinada por: Ultraseg Tecnologia e Serviços de Segurança

Categorias 

lateral09

lateral14

lateral16

Scroll to top