destaque artemi .engenharia eletrica

destaque 2

destque 3

Alguns edifícios abrem mão de porteiros em nome de segurança e economia. A maioria dos condomínios no Brasil ainda não adotou a portaria virtual.
Quem mora em condomínio sabe que os porteiros muitas vezes são “anjos da guarda”, que além de monitorar a saída e entrada de visitantes, pode resolver alguns problemas dos moradores.

No entanto, muitos edifícios estão abrindo mão dessa convivência em nome da segurança e da economia. Tem crescido nos últimos anos o número de empresas que investe em portarias remotas, aquelas sem porteiro, monitoradas à distancia.

Esses sistemas estão cada vez mais desenvolvidos e tem espaço para crescer ainda mais. Em todo o Brasil há 180 mil condomínios, 50 mil só em São Paulo. A maioria, segundo o vice-presidente de Administração do Secovi São Paulo, Hubert Gebara, ainda não adotou a portaria virtual.

Quem já adotou, como em um prédio de São Paulo, foi para reduzir custos. A folha de pagamento caiu em 50%. O dinheiro foi reinvestido em benfeitorias para o prédio.

Portaria virtual é o que existe de mais moderno em termo de equipamentos de controle de acesso, muito utilizado em condomínios e empresas com grande circulação de pessoas.

Sua facilidade de operação aliado ao custo benefício faz do sistema de portaria virtual um dos mais procurados no mercado dos equipamentos de segurança eletrônica.

A nova tecnologia permite que os moradores de condomínios possam controlar quem entra no ambiente por meio de dispositivos de controle por QR Code, além dos já tradicionais sistemas de reconhecimento biométrico.

Entraram em cena os aplicativos de segurança que, junto com os módulos de controle e identificação — podem ser usados diretamente por dispositivos móveis, como os smartphones.

Na entrada de um condomínio, por exemplo, o visitante pode fazer um cadastro prévio com seus dados, incluindo o biométrico. Para o morador receber o visitante, ele lhe envia um QR Code especifico para o dispositivo instalado na entrada do condomínio, onde, por meio da leitura do QR Code, a entrada é liberada, economizando mão de obra específica só para o controle de acesso.

O sistema também tem maior controle nas entradas e saídas dos moradores, com geração de relatório em tempo real, e emissão de sinal de alerta para a central de operação.

Funcionamento da portaria virtual

  • Sistemas de biometria, Apps ou Tags: a maioria das empresas trabalha com esse sistema para a entrada e saída de moradores. Geralmente um dos dedos é utilizado para acionar os portões. Sistemas de cartão, tags e até aplicativos com “QR code” também podem ser utilizados.
  • Abertura e fechamento de portões remoto: sem esse sistema, o operador na central não conseguiria abrir ou fechar portões para pedestres ou a garagem à distância.
  • Sistema de internet/telefonia com redundância: como toda a comunicação entre empresa e condomínio é feita via internet, é fundamental que haja um plano B caso haja um problema de conexão, ou de sistema fora do ar.
  • Câmeras IP´s: sistema de câmeras que transmitem imagem e som via internet são fundamentais para uma boa comunicação entre operador e morador/visitante do condomínio
  • Gerador ou sistema de Nobreak: necessário haver um pequeno gerador, ou nobreak, pelo menos para os portões e equipamentos de segurança e comunicação, em caso de queda de energia.
  • Cerca elétrica: fundamental para manter o perímetro do condomínio seguro
  • Botão de pânico: uma maneira rápida de acionar a empresa e essa a polícia em caso de algum problema. Em alguns casos, a empresa cadastra um dedo do pânico, para o morador poder pedir ajuda através da sua biometria, sem levantar suspeitas, caso esteja em uma emergência.
  • Backup das imagens: é fundamental que a empresa guarde em uma nuvem as imagens do dia-a-dia do condomínio.

Notícia Patrocinada por: UltraSeg Tecnologia e Serviços

Categorias 

E-book Acolweb

acolweb ebook  inadimplentes

Art&Design Elevadores

Andra Materiais Elétricos

Ville Toldos

VILLE TOLDOS.1

Fatali Pavimentação

Ergolife

lateral16

Scroll to top